top of page

TRANSTORNOS ALIMENTARES - um ciclo de sofrimento


Os transtornos alimentares são condições complexas e sérias que afetam milhões de pessoas em todo o mundo. É importante destacar que essas condições exigem atenção e tratamento especializado, e a busca por ajuda profissional é fundamental para a recuperação.


Anorexia Nervosa:

A anorexia nervosa é caracterizada pela preocupação excessiva com o peso corporal e a forma física. As pessoas que sofrem desse transtorno têm uma percepção distorcida de si mesmas, acreditando que estão acima do peso, mesmo quando estão extremamente magras. Elas evitam alimentos e reduzem drasticamente a ingestão calórica, o que pode levar a graves consequências físicas e psicológicas.

Os sintomas da anorexia nervosa incluem perda de peso acentuada, medo intenso de ganhar peso, restrição alimentar severa, práticas excessivas de exercícios físicos, distorção da imagem corporal e alterações hormonais. A anorexia nervosa requer tratamento multidisciplinar, envolvendo médicos, psicólogos e nutricionistas, para abordar tanto os aspectos físicos quanto os emocionais do transtorno.


Bulimia Nervosa:

A bulimia nervosa é caracterizada por episódios recorrentes de compulsão alimentar seguidos de comportamentos compensatórios, como vômitos autoinduzidos, uso de laxantes ou exercícios físicos excessivos. Pessoas com bulimia nervosa geralmente têm uma preocupação extrema com o peso e a aparência física, e podem alternar entre períodos de restrição alimentar e episódios de compulsão alimentar.

Os sintomas da bulimia nervosa incluem comer grandes quantidades de alimentos em um curto período de tempo, sentir uma falta de controle durante os episódios de compulsão alimentar, uso regular de métodos compensatórios inadequados para evitar o ganho de peso, alterações no esmalte dentário devido aos vômitos frequentes e oscilações de peso. O tratamento da bulimia nervosa envolve abordagens terapêuticas, como terapia cognitivo-comportamental e terapia interpessoal, além do acompanhamento médico e nutricional.


Compulsão Alimentar:

A compulsão alimentar, também conhecida como transtorno da compulsão alimentar periódica, é caracterizada pela ingestão exagerada de alimentos em um curto período, acompanhada de uma sensação de falta de controle. Diferentemente da bulimia nervosa, as pessoas que sofrem de compulsão alimentar não adotam comportamentos compensatórios para evitar o ganho de peso.

Os sintomas da compulsão alimentar incluem comer rapidamente, comer até se sentir desconfortavelmente cheio, comer grandes quantidades de alimentos quando não está fisicamente com fome, comer sozinho devido ao constrangimento e sentir-se deprimido, culpado ou envergonhado após os episódios de compulsão. O tratamento da compulsão alimentar geralmente envolve terapia cognitivo-comportamental, terapia comportamental dialética e orientação nutricional.


É essencial lembrar que os transtornos alimentares são condições sérias que afetam tanto o corpo quanto a mente. Se você ou alguém que você conhece está lutando contra um transtorno alimentar, busque ajuda profissional imediatamente. A recuperação é possível, e o apoio adequado pode fazer toda a diferença na jornada para a saúde e o bem-estar.


Fabricio Della Rovere - 01/07/2023

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page